Novidades

Alunos participando, mesmo com poucos recursos

 
Imagem de Adm_Reginaldo Polesi
Alunos participando, mesmo com poucos recursos
por Adm_Reginaldo Polesi - domingo, 21 Mai 2017, 12:53
 

coruja noticia

No dia de hoje faço uma avaliação sobre a participação dos alunos nesse projeto de "uso do Moodle como complementação de aula presencial".

Não sei dizer com exatidão a causa, mas o fato que em relação aos anos anteriores a participação tem sido muito boa. No geral os alunos tem postado as atividades na data (várias inclusive com antecedência) e com qualidade. Claro que tem sim uma pequena porcentagem de alunos que entregam atrasados ou nem mesmo entregam e com qualidade muito ruim. Mas se lembramos que todos os anos temos pelo menos 10% de reprovados e outros 20% de aprovados pelo conselho de classe e mais outros 20% que precisamos "completar a nota", para não ficar por conselho de classe, podemos verificar que os alunos que realmente estudam, estão de fato participando e principalmente GOSTANDO.

Não podemos esquecer da quantidade. São 15 turmas, com um total de 500 alunos, tendo o site totalmente gerenciado somente por mim. Isso significa que todos aqueles papeis que são divididos em uma grande equipe (designer instrucional, desenvolvedor de imagens, programador, monitoramento de TI, desenvolvedor de conteúdo, técnicos de informatica, professor, corretor e vários outros que costuma ter) são feitos somente por mim. É uma EUQUIPE.

O que mais chama atenção é o fato que praticamente a escola e o professor não fornecem recursos MATERIAIS (ou seja, wifi, computadores) para os alunos desenvolverem suas atividades no site, mas OS ALUNOS conseguem desenvolver essas atividades com RECURSOS PRÓPRIOS. Por isso que a ideia de ter wifi de QUALIDADE na escola é um investimento que trás muito mais resultados do que investir em laboratório de informática. Com o wifi em sala, os alunos trarão seus smartphones e até mesmo seus notebooks, tables e tudo o mais, sempre atualizados e de qualidade. 

Conclusão provisória: para o aluno que estuda, o uso de recursos tecnológicos, potencializa o aprendizado, facilita a elaboração de atividades muito mecânicas. Eles realmente gostam. Para os alunos que não estudam, desculpe a sinceridade, não importa qual o recurso que o professor traga, ele nunca vai fazer a atividade, pois para eles alunos o problema não é o recurso que o professor utiliza, o problema é muito, mas muito mais grave. São famílias desestruturadas (o professor não tem como arrumar as famílias), salas cheias (eles se dispersam com facilidade, precisam de salas pequenas como é a sala de recurso), precisam de alguém para ajuda-los na disciplina (alguém para acompanhar passo-a-passo no desenvolvimento de cada conteúdo, o professor não dá conta disso). Resumindo: o pior aluno da sala, o mais bagunceiro, se tiver acompanhamento correto ele consegue tirar 10,0 o problema que a escola não consegue fazer isso, então um projeto que foge do tradicional, fica mais explicito a carência do aluno e muito mais fácil é colocar a culpa no projeto em vez de buscar resolver de fato o problema ou ao menos reconhecer que o problema é muito mais amplo do que o uso ou não de tecnologia.


PARA CONCLUIR:

Meus alunos estão de Parabéns! A maioria está sim conseguindo produzir e tirar boas notas.

Prof. Mestre Reginaldo Polesi - Filosofia e História.